Personal tools
Você está aqui: Página Inicial / Defesas / Defesa de tese - Daniel Mendes Barbosa

Defesa de tese - Daniel Mendes Barbosa

Um modelo de gestão da informação e do conhecimento para o contexto da avaliação de cursos de graduação
Quando 06/10/2016
das 14:00 até 19:00
Onde UFMG/ECI - sala 1000
Participantes Prof. Marcello Peixoto Bax (ECI/UFMG)
Profa. Márcia Gorett Ribeiro Grossi (CEFET/MG)
Profa. Cristiana Fernandes de Muylder (FUMEC)
Profa. Renata Simões Guimarães e Borges (UFMG/FACE)
Prof. José Nagib Cotrim Árabe (UFMG/ICEx/DCC)
Prof. Frederico Cesar Mafra Pereira (FPL) - suplente
Profa. Ligia Maria Moreira Dumont (UFMG) - suplente
Adicionar evento ao calendário vCal
iCal

A educação superior no Brasil vem sendo regulamentada de forma cada vez mais rígida, com fortes mecanismos de controle. Nos últimos anos, o Ministério da Educação tem avaliado os cursos de graduação através de um documento público, chamado Instrumento de Avaliação de Cursos de Graduação presenciais e a distância. Nesse documento, são especificados os indicadores a serem avaliados, sendo que ao final da avaliação o curso pode receber uma nota que varia de 1 a 5. Essa nota é fundamental, por dois motivos: as notas 1 e 2 são consideradas insuficientes, e podem gerar processos até mesmo de fechamento do curso ou da Instituição de Ensino Superior (IES); as notas obtidas podem ser usadas como diferencial de mercado pelas instituições privadas, como forma de atrair mais alunos e com uma formação prévia mais sólida. O grande desafio para as instituições é, portanto, conseguir notas mais altas em tais avaliações. Mas para isso é necessário conhecer mais profundamente o instrumento de avaliação, o próprio curso, seus alunos, e extrair o conhecimento do seu corpo docente que possa contribuir para aprimorar os resultados nessas avaliações. É nesse contexto que surge a questão de pesquisa desta tese: como melhorar as avaliações dos cursos superiores de uma IES através da gestão da informação e do conhecimento? Para respondê-la, foi utilizado o método de pesquisa Design Science Research (DSR), uma boa alternativa para orientar pesquisas que envolvam a concepção de artefatos, mas que também focam na geração de novos conhecimentos. Na condução da pesquisa através da DSR, ainda foram utilizados o ciclo regulador e a estrutura aninhada do problema, na visão de Wieringa, que consiste em desdobrar o problema de pesquisa em problemas menores, evidenciando quais são de natureza predominantemente teórica (questões de conhecimento) e quais são de natureza mais prática (problemas práticos). Para cada subproblema foram então utilizadas técnicas de pesquisa complementares, como revisão bibliográfica, observação direta, análise documental, pesquisa aplicada e entrevistas semiestruturadas. Como solução para o problema de pesquisa, de natureza prática, foi elaborado um modelo de Gestão da Informação e do Conhecimento específico e inédito para o contexto, juntamente com os sistemas de informação que lhe dão suporte, validados por conceitos da revisão bibliográfica e por um grupo focal. Novos conhecimentos ainda foram gerados para a linha de pesquisa Gestão da Informação e do Conhecimento, principalmente pela exemplificação de aplicação da DSR na estruturação metodológica de uma pesquisa concreta da área. Cita-se também como contribuição da tese a possibilidade de generalização da solução para uma classe de problemas, à qual o problema estudado pertence, que pode ser enunciada como: gestão da informação para melhoria de resultados em processos de avaliações ou auditorias externas de certificação de atividades organizacionais.

Próximos Eventos
Defesa de Tese - Juliana Medaglia Silveira 28/06/2017 14:00 - 17:00 — UFMG/ECI - sala 1000
Defesa de Tese - Welder Antônio Silva 04/07/2017 14:00 - 17:00 — UFMG/ECI - sala 1000
Próximos eventos…
Localização

Av. Antônio Carlos, 6.627 - Belo Horizonte, MG - CEP 31.270-901

Fone: (31) 3409-5207
Fone: (31) 3409-6103

ppgci@eci.ufmg.br

Links

This is Schools Diazo Plone Theme