Disciplinas optativas – Linha 1 – MEMÓRIA SOCIAL, PATRIMÔNIO E PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO

Memória, patrimônio e informação (disciplina nuclear)

Ementa

Transformações históricas e as diferentes perspectivas conceituais que abordam a relação entre informação, memória e patrimônio. Correntes de pensamento presentes no campo: memória social, cultural e os estudos de patrimônio, a tradição da mnemônica, as relações entre memória, narrativa e teoria crítica, os dispositivos de representação e de mediação e seus processos de institucionalização em sociedade. Relações entre passado/presente e a comodificação da nostalgia. Políticas de patrimônio e de rememoração/esquecimento. Impacto das tecnologias digitais e as relações de poder no contexto da sociedade do espetáculo e das redes sociais em meio digital. Dinâmicas nos contextos institucionais de bibliotecas, arquivos e museus ou em espaços não institucionalizados. A construção da alteridade e da subjetividade na produção do conhecimento a partir da informação e da memória social.

 

Políticas de informação, memória e justiça transicional

Ementa

Memória e teoria social. Memórias da política e políticas de memória. Justiça de transição: direito à memória, a verdade e a justiça. Políticas e instituições de memória nos contextos transicionais e democráticos. Leis de acesso à informação pública. Arquivos da resistência e da repressão. Espaços de memória.

 

Coleções e museus: conhecimento, patrimônio e identidades

Ementa

Análise histórica dos processos de colecionamento e de musealização, sob o ponto de vista da institucionalização de conhecimentos científicos, de referências patrimoniais e identidades coletivas. Problematização das transformações conceituais que marcam a trajetória das instituições museológicas, as conexões entre os percursos de disciplinas e os processos de configuração do campo museal. Papel do museu como lugar de consagração de indicadores da memória social.

 

Análise de redes sociais

Ementa

História e fundamentos teóricos das redes sociais. Conceitos fundamentais à análise de redes: unidades de análise. Contextualização de ações individuais e coletivas. Redes sociais e estruturas relacionais. Descrição e visualização de redes sociais (propriedades estruturais dos atores individuais, detecção e descrição dos grupos). Aplicações na análise de diferentes situações e questões sociais tais como movimentos sociais, redes sociais em organizações, espaços colaborativos de compartilhamento e produção do conhecimento (Academia.edu, Research Gate, Researcher ID,Mendeley, MyScienceWork, dentre outras) e redes de interações virtuais (flickr, facebook, twitter, youtube, dentre outras).

 

Políticas de informação: coletividades, governança e tecnologias

Ementa

Políticas de informação, fragmentação informacional e cotidianidade. Coletividades e informação. Informação sensível, autodeterminação informacional, monitoramento e proteção de dados pessoais. Tecnologias, economia e cultura da conexão. Direito à informação. Governança (jurídica, técnica, digital e informacional).

 

Informação e memória social

Ementa

A informação e a memória como fenômenos sociais. A fundação dos campos de estudos em informação e memória social. A constituição da informação e da memória social enquanto objetos de estudos no contexto das ciências humanas e da ciência da informação. Principais abordagens teóricas e metodológicas das pesquisas em informação e memória social. Informação, memória e seus processos de institucionalização social. Dispositivos de representação e de mediação da informação e da memória social. Instituições e lugares de informação e memória (arquivos, bibliotecas e museus). Informação, memória e relações de poder. A construção da alteridade e da subjetividade na produção do conhecimento a partir da informação e da memória social.

 

Informação, mediação cultural e identidades da (pós)modernidade

Ementa

Perspectivas antropológicas e filosóficas da teorização do conceito de cultura. Multiculturalismo e estudos culturais. Hibridismo cultural e pós-colonialismo. Dimensões histórico-políticas da cultura. A questão da identidade e da mediação cultural na (pós)modernidade. A informação como elemento instituinte da cultura. Ações educativas, práticas informacionais e aprendizagem sensível da cultura.