Linhas de pesquisa

Linha 1 – Memória social, patrimônio e produção do conhecimento

Distingue-se por dar ênfase aos aspectos construídos coletivamente, na sedimentação promovida pela memória social, naquilo que será tido como herança (patrimônio) de dada coletividade, num campo de relações desiguais de acesso e produção, considerando ainda as dimensões da cultura informacional, os impactos sociais e a viabilidade tecnológica de produtos e serviços de informação.

Linha 2 – Políticas públicas e organização da informação

Define-se pela ênfase nos aspectos institucionais relacionados com os ciclos de políticas públicas arquivísticas e informacionais, além dos aspectos de intervenção técnica sobre os documentos e a informação (gestão, tratamento, indexação, catalogação, inventário) compreendidos como produto cultural humano.

Linha 3 – Usuários, gestão do conhecimento e práticas informacionais

Destaca-se por reconhecer o caráter ativo dos sujeitos no uso dos recursos informacionais, suas apropriações, interpretações, diferentes usos, compartilhamentos, resistências, em aspectos e ambientes distintos tais como os contextos de eficácia e eficiência gerenciais envolvidos com esses recursos informacionais e seus usos, com o desafio de promover sua gestão (de forma a subsidiar as decisões organizacionais) ou os contextos educacionais e de pesquisa.