Personal tools
Você está aqui: Página Inicial / PESQUISA / Área de Concentração

Área de Concentração

Informação, mediações e cultura

A área de concentração privilegia a interlocução entre informação, mediações e cultura. Congregando de maneira transversal e explícita as contribuições da Arquivologia, da Biblioteconomia e da Museologia e, dentro da dinâmica de produção de conhecimento da Ciência da Informação, busca estabelecer o diálogo dos saberes dessas áreas e de outras com as quais o PPGCI já estabelece relações interdisciplinares.

A área de concentração pensa a informação em sua dimensão propriamente humana, isto é, dotada de uma natureza simbólica e pragmática, marca da intervenção dos sujeitos na realidade. Essa é a ideia que conduz ao conceito de cultura, à ideia de informação como a ação humana de produzir registros do conhecimento e também de interpretar e se apropriar desses registros, atribuir-lhes sentido e usá-los como recurso no decorrer de suas demais atividades. A ideia de mediação convoca à reflexão conjunta sobre os vários instrumentos e formas, com maior ou menor grau de institucionalização, construídas pela humanidade para lidar com os registros de conhecimento criados por ela própria.

Ao privilegiar a transversalidade dos conhecimentos da Arquivologia, Biblioteconomia e Museologia na priorização de uma agenda de preocupações para o campo da Ciência da informação, a área de concentração proposta busca compreender a informação tendo como eixo as concepções de cultura e, de forma particular, como elas se evidenciam por meio dos processos de mediação.

Neste contexto, a INFORMAÇÃO encontra-se como um dos aspectos relevantes e fundamentais para a compreensão da realidade, isto é, aquela em que ações humanas, grupamentos sociais, instituições, tecnologias, valores e ideias realizam-se em e através de ações contínuas de produção, disseminação, recepção e uso de registros de conhecimento, num processo em que se fazem presentes distintos mediadores.

Quanto a MEDIAÇÕES, vale considerar que, no campo da Ciência da Informação, postula-se que elas atuam como elemento de interlocução entre os atores sociais e os registros de conhecimento produzidos. Em termos analíticos pode-se afirmar que elas se corporificam na vida social e se traduzem através da interação e dos confrontos sociais e simbólicos que se dão pela intermediação da linguagem e de outras práticas sociais. Outra perspectiva importante em relação a essa questão é pensar nas intervenções das práticas profissionais, das instituições e também dos atores, nos relacionamentos dos sujeitos com os recursos informacionais.

No que se refere a CULTURA, ela se constitui como um aporte fundamental pois é a base para a construção do conhecimento, haja vista que nela se apresentam os aspectos históricos, políticos e sociais, bem como as contradições e conflitos que perpassam a sociedade. Nesse sentido, compreende-se a informação como produção humana, portanto, inserida e articulada em contextos concretos.

 

Conteúdo relacionado
Linhas de Pesquisa
Próximos Eventos
Defesa de dissertação - Flavia de Souza Magalhães Fonseca 02/05/2017 14:00 - 17:00 — UFMG/ECI - sala 1000
Defesa de dissertação - Carla Gomes Pedrosa 04/05/2017 10:00 - 13:00 — UFMG/ECI - sala 1000
Defesa de dissertação - Segemar Oliveira Magalhães 25/05/2017 14:00 - 17:00 — UFMG/ECI - sala 1000
Próximos eventos…
Localização

Av. Antônio Carlos, 6.627 - Belo Horizonte, MG - CEP 31.270-901

Fone: (31) 3409-5207
Fone: (31) 3409-6103

ppgci@eci.ufmg.br

Links

This is Schools Diazo Plone Theme